INTOLERÂNCIA À BAGAGENS

intolerância à bagagens

Intolerância à bagagens

“A viagem do peregrino,  será facilitada se sua bagagem for  leve.”

Não faz muito tempo, quando eu via uma mala a primeira coisa que vinha a minha cabeça era preenchê-la com tudo que tinha direito. Agora  mudei . Afinal,   ” quem não muda,  não evolui”.

Em minha ultima viagem  a Buenos Aires ( sou fã de Buenos Aires ), tive um perrengue , relacionado a documentação, o que me fez atravessar o Aeroparque , em tempo recorde , carregando peso ,  rumo a imigração .Confesso : traumatizei.

Depois deste episódio , que por pouco não perdi meu voo, decidi reduzir para sempre minha bagagem . Sou muito radical em algumas decisões.

Não pretendo mais despachar mala

Vocês podem até achar estranho mas daqui para frente não pretendo mais despachar mala.Não foi uma decisão fácil.

Algumas bagagens são desnecessárias, só fazem pesar. Porém , só percebemos que certas coisas deixam de ser importantes em nossa jornada , quando elas se tornam pesadas demais para carregar.

“O único peso que vale a pena  levar consigo nessa vida, é um coração saturado de amor”.

Com a esta decisão estarei me desfazendo de tudo que é desnecessário,  além de estar reduzindo os riscos com extravios e com manuseios  incorretos , relacionados a bagagens.

Na prática bagagem que pretendo carregar,  não haverá espaço para excessos, pois o essencial da vida,  é muito simples .E eu preciso de muito pouco.

Eis o que será minha bagagem daqui em diante .ndice INTOLERÂNCIA  À BAGAGENS

205059_1_1 INTOLERÂNCIA  À BAGAGENS

ndice INTOLERÂNCIA  À BAGAGENS

redeeeeeeeeeeee INTOLERÂNCIA  À BAGAGENS

Enquanto você não consegue se “desapegar” de sua bagagem, preste atenção no que realmente é necessário  .Te   recomendo  também que fique atento aos itens abaixo, pois “quem raciocina não carrega muito peso.”

  • Medidas  convencionais de bagagem de mão: No mãximo 5kg e 115 cm altura +largura+comprimento.
  • 1 mala 23 kg ( América do Sul, América Central e Caribe
  • 2 malas de até 32 kg . para a América do Norte e Europa
  • Devendo ficar atento ,as regras de cada companhia
  • O excesso de bagagem em voos domésticos,  é de até 0,5% do valor da tarifa, nos voos internacionais varia de acordo com a política de cada companhia.
  • Em voos domésticos na Europa e EUA,  quase 100% das bagagens despachadas são pagas.
  • Algumas bagagens, requerem despacho diferenciados: Pranchas de Surf, instrumentos musicais,bicicleta,
  • Proibidos: armas ,explosivos, inflamáveis, fogos de artifício, cloro, amônia. Se tiver dúvidas te aconselho a consultar o site da ANAC.

Agora,  é com você. Viaje mais leve, “pois quanto mais alto almejamos voar,menos peso podemos levar”.

 

 

 

.

Salvar

Salvar

More about Isabel Borgert

Uma viajante que resolveu compartilhar os seus destinos preferidos com o mundo

Comments

  1. Responder

    Eu ainda não consigo ser minimalista quando o assunto são malas e viagem, mas estou me esforçando. Hoje mesmo fui ao Centro de Fortaleza comprar alguns vidrinhos para organizar shampoos e outros itens de higiene para levar na mala. Assim eu economizo espaço! Amei o post! Beijos!

    1. Responder

      É não é uma tarefa fácil .
      Bjs bom sábado!!

  2. Responder

    Black color bag my favorite.

  3. Responder

    Isabel, também estou mudando meus hábitos, estou cansada de levar coisas desnecessárias que só ocupam espaço e que na maioria das vezes nem uso.
    O que facilita esse processo é ter um guarda-roupa minimalista, porque com poucas (mas boas) opções, não tem espaço para exageros 😉
    Eu estou fazendo isso!
    Como você disse: o essencial é simples, nós que complicamos.
    bjs

    1. Responder

      Verdade Simone!!
      Aos poucos aprendemos.
      Obrigada pelo retorno.
      Bjs boa semana

  4. Responder

    Querida Isabel, eu nao sei pq o Bloglovin nao me da mais os seus posts – mas enfim, eu venho aqui, como se diz, “manualmente” pelo menos uma vez por semana e vejo seus posts, entao 🙂 Eh a pura verdade, e uma das suas frases eu vou usar como “proverbio”. As malas despachadas por companhias que se chamam de baixo orcamento, na Europa, sao pagas a parte. Numa viagem que fiz ano passado, uma mala ate pequena custou 39 euros para despachar. Mas era uma situacao diferente, eu precisava das coisas que levava, para outra situacao. Normalmente eu viajo so com mala de mao ou ate mesmo so de ombro e lembrancas, eu compro brincos, broches, aneis, coisas que me lembrarao da viagem e nao sao tao enormes 🙂 Adorei seu post, querida Isabel! Beijao!
    DenisesPlanet.com

    1. Responder

      Realmente as bagagens são um caso sério.
      Vou verificar o Bloglovin.
      Agradeço a gentileza e comentaria sempre tão gentil.
      Bjs

  5. Responder

    Boa tarde
    Muito boas suas considerações a respeito de transporte de bagagens,
    Parabéns por compartilhar com nós leitores e viajantes.
    Abraços
    André

  6. Responder

    INTOLERÂNCIA À BAGAGENS
    Muito bom texto, todos nós temos estas preocupações quando viajamos.
    Abraços
    Igor

  7. Responder

    Olá.
    Gostei muito deste post post ele retrata a realidade que encontramos quando vamos viajar.
    Carregar bagagens não é agradável eu gosto mesmo é de estar nos lugares, de referencia com as mão livres.
    Outra coisa que me incomoda muito é a chateação dos pedidos de lembranças, isto concorre ara encher nossas mala,
    bjs até a próxima.

  8. Responder

    Bom dia!!
    Confesso que bagagens não é comigo, tenho certa paura de transportar.
    Quando viajo faço o possível para levar pouca coisa.
    Não é fácil carregar muita tralha.
    Muito bom texto,
    Sucesso pra você
    Berenice

    1. Responder

      Olá Berenice
      Muito obrigada pelo comentário.
      Abraços

  9. Responder

    Adorei a matéria, vocês estão de parabéns

    1. Responder

      Olá Patricia
      Que bom que gostou fiz com muito carinho.
      Obrigada pelo contato.
      Bjão

  10. Responder

    Muito boa matéria, excelente!

  11. Responder

    Olá
    Bagagens é um caso sério, já tive bagagens extraviadas e confesso não é fácil.
    Tenho procurado levar e trazer o mínimo possível para não acontecer de novo, tenho também preocupações com malas destruídas pois o cuidado das companhias não existe.
    Seria bom que o cuidado com os passageiros fosse extensivos.
    Abraços
    Ana

    1. Responder

      Ana
      Eu também gostaria de ter meus pertences bem cuidados, porem infelizmente não é isso que acontece.
      Obrigada pelo retorno.

  12. Responder

    Isabel, há tantas lições nesse post que nem sei por onde começo.

    Essa ânsia de manter muitas coisas que não são boas ou eficientes para nós ou que apenas ocupam espaço é tb o que nos faz manter relacionamentos ou hábitos nocivos. O apego não é errado se ele for funcional, do tipo, quando damos valor as coisas que são de fato importante. Eu costumava ser essa pessoa que trazia até uma capivara na bolsa( porque vai que eu precisasse, não é mesmo?) e me vi em constante conflito e angústia porque eu ficava TÃO PREOCUPADA com tudo que eu carregava que eu estava sendo roubada DE CARREGAR EXPERIÊNCIAS BOAS, LINDAS E MARAVILHOSAS QUE TALVEZ EU NUNCA AS TERIA DE VOLTA.

    Hoje eu entendo que às vezes um espaço vazio não quer dizer que algo precisa ser ocupado, mas sim ocupado por coisas que vão agregar valor na minha vida, e até elas aparecem, deixar aquele espaço vazio tornou minha viagem de mala e de coração muito mais leve! Excelente texto! parabéns!

    http://vivendolaforanoseua.blogspot.com/

    1. Responder

      Gisley
      Muitíssimo obrigada pelas palavras .Eu também continuo aprendendo.
      Excelente semana pra você.
      Bjão

  13. Responder

    Como amo viajar confesso que fiquei com receio dessas informações sobre as bagagens e realmente muitas vezes levamos coisas que nem usamos aquele famoso “a vou levar vai que eu queira usar” rsrs abraços!

    1. Responder

      Olá Cici
      Pois é amamos viajar e quando vemos estamos de mala abarrotada não é mesmo, mas confesso tem sido mais fácil levar pouca coisa.
      Pelo menos fica mais tranquilo para circular.
      Obrigada pela visita.
      Abraços

Leave a Reply

Comente este post