QUE A MODA NÃO SEJA PASSAGEIRA

Que a moda não seja passageira

Em tempos de crise econômica  não se fala em outra coisa , desemprego, arrocho salarial , corte de gastos. O momento exige austeridade e criatividade.

Entre os itens considerados “superfluos” na atualidade ,  estão   a moda  e  os acessórios mais sofisticados que estão deixando de ser prioridade para muitos.

Como a vida e o comércio não podem parar,  no que se refere a moda ,  alguns com cabeças mais arejadas e com menos preconceitos lançam mão de outras alternativas  , como os  bazares solidários e os brechós.

A resistência por parte de alguns

No Brasil,  ainda há uma grande resistência a esse tipo de negócio. Por aqui , o preconceito é muito forte,  muitos até acham que brechó só tem coisa velha , empoeirada e cheirando a mofo.

Em outros países a conduta é outra. Em Berlim , existe o maior Brechó da Alemanha  o HUMANA  , que ocupa  de quatro a cinco andares com uma diversidade de fazer inveja a  muitos fashionistas.

Nos tempos atuais , a tendência é reduzir consumo  . O vestuário também mantém ( ou deveria manter) ,o princípio dos Três R do Meio Ambiente : Reduzir, Reutilizar e Reciclar.

Na contramão   de todo este movimento ,  surge em Curitiba a loja   LOVE BRECHÓ . especializada no seguimento de artigos seminovos e que aposta em gastos equilibrados.

REDER222222222 QUE A MODA NÃO SEJA PASSAGEIRA

REDE5 QUE A MODA NÃO SEJA PASSAGEIRAEsta loja , esta situada em um edifício  luxuoso no centro de Curitiba , o que facilita muito o acesso . É uma loja  grande , bem organizada e limpa.

REDEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE QUE A MODA NÃO SEJA PASSAGEIRA

REDEEEEEEEEEE QUE A MODA NÃO SEJA PASSAGEIRA

REDE3 QUE A MODA NÃO SEJA PASSAGEIRA

Os artigos  da loja estão expostos de maneira atraente,  ( roupas masculinas, femininas, calçados masculinos e femininos, óculos solares, bolsas e acessórios pessoais).

A faixa de preços praticados é bem menor que os praticados em boutiques de luxo , tudo é muito acessível  e a proprietária tem muito bom gosto .

REDE1 QUE A MODA NÃO SEJA PASSAGEIRA

MEEEEEEEEEEEEEE QUE A MODA NÃO SEJA PASSAGEIRA

A loja  LOVE BRECHÓ , aceita artigos em consignação e funciona como intermediária entre  os donos dos produtos e os compradores. Uma bela loja,  onde o estilo e a qualidade não se descartam.

Estou pensando em algumas mudanças

Como toda mulher, não abro mão de adquirir uma peça aqui outra ali , estou pensando seriamente em revisar meu armário e  me desapegar  de muita coisa que não uso e assim também  fazer uma graninha extra . Com certeza,  daria para incrementar minhas viagens , ahahah.

Espero que a dica  de hoje seja  útil pra você  ,   que você possa refletir , consumir menos e com mais criatividade. Logo verá que em seu dia- a- dia tudo melhorará.

Lembre-se : ” O consumo agora é consciente.”

Agradecemos a visita ao Blog,  deixe  o seu comentário .

Contato da loja: Rua Comendador Araujo , 143 – Loja 06

Executive Center Everest- Centro –  Curitiba-Pr

Fone:(41)3224-9994

More about Isabel Borgert

Uma viajante que resolveu compartilhar os seus destinos preferidos com o mundo

Comments

  1. Responder

    Acho a proposta dos brechós e bazares muito necessária nos nossos dias. Gastam-se milhões de recursos naturais para que nossas roupas possam ser produzidas.
    Aqui na minha cidade essa prática ainda é superficial. Não conheço muitos brechós. Tentei até fazer um bazar de umas coisas minhas, mas as pessoas queriam de graça rsrs, por isso preferi colocar no Enjoei, um site bacana que comercializa coisas usadas.
    E Alemanha dando um ótimo exemplo, mais uma vez de 7 X 1 no Brasil hehe
    Amei o post!
    Grande abraço!

    1. Responder

      E verdade, as pessoas não valorizam mesmo.
      Bjs Dani boa semana!!

  2. Responder

    Pois eu queria este ultimo lenco que vc postou, querida Isabel, se um dia vc passsar por la, perguntaria o preco? Eh lindo! Na Alemanha, sendo Berlin a capital, este brecho que vc comentou pode fazer sucesso, mas em cidades menores a gente ainda sente resistencia. Eu mesma pouco comprei em brecho na Inglaterra, onde a pratica eh tao difundida, mas estou de acordo com reduzir, reciclar, reutilizar. O que eu faco eh reciclar muito os itens que eu tenho, como por ex, mando tingir camisetas e faco uma aplicacao de renda, a costureira transforma um vestido em saia e acho que eh tao melhor a gente fazer isso – a gente vive em excesso, enquanto outras pessoas nao tem nem mesmo um par de sapatos… o mundo tem valores muito distorcidos. Acho os brechos excelentes – este de Curitiba me pareceu otimo! Beijao, amiga, um bom dia pra vc!
    DenisesPlanet.com

  3. Responder

    Great! Very good article!

    1. Responder

      Thank you for your compliment.

  4. Responder

    Bom dia,
    Excelente post, que a reciclagem vire moda.
    Ilan

    1. Responder

      Muito obrigada, pelo comentário.

Leave a Reply

Comente este post